ABRE UM CRÉDITO ESPECIAL DE CR$ 1.000.000,00 (HUM MILHÃO DE CRUZEIROS).
 
ABRE UM CRÉDITO ESPECIAL DE CR$ 87.825,50 (OITENTA E SETE MIL, OITOCENTOS E VINTE E CINCO CRUZEIROS E CINQUENTA CENTAVOS).
 
ABRE CRÉDITOS SUPLEMENTARES E REDUZ DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS.
 
APROVA AS CONTAS DA PREFEITURA APRESENTADAS PELO PREFEITO MUNICIPAL, RELATIVAS AO EXERCÍCIO DE 1954.
 
ABRE CRÉDITOS SUPLEMENTARES E REDUZ DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS.
 
ABRE CRÉDITOS SUPLEMENTARES E REDUZ DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS.
 
ABRE UM CRÉDITO ESPECIAL DE CR$ 25.496,20 (VINTE E CINCO MIL, QUATROCENTOS E NOVENTA E SEIS CRUZEIROS E VINTE CENTAVOS).
 
DISPÕE SOBRE A ALTURA DAS CONSTRUÇÕES DE EDIFÍCIOS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.
 
 
 
INSTITUI O ABONO FAMILIAR E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. (REVOGA A LEI Nº 10, DE 1º DE AGOSTO DE 1949; LEI Nº 64, DE 30 DE NOVEMBRO DE 1955)
 
ORÇA A RECEITA E FIXA A DESPESA DO MUNICÍPIO PARA O EXERCÍCIO DE 1956.
 
ABRE CRÉDITOS SUPLEMENTARES E REDUZ DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS.
 
ABRE CRÉDITOS SUPLEMENTARES E REDUZ DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS.
 
ABRE UM CRÉDITO ESPECIAL NO MONTANTE DE CR$ 1.128.912,50 (HUM MILHÃO, CENTO E VINTE E OITO MIL, NOVECENTOS E DOZE CRUZEIROS E CINQUENTA CENTAVOS) PARA ATENDER DIVERSAS DESPESAS NO EXERCÍCIO VIGENTE.
 
ABRE UM CRÉDITO ESPECIAL NO MONTANTE DE CR$ 95.315,00 (NOVENTA E CINCO MIL, TREZENTOS E QUINZE CRUZEIROS) PARA ATENDER DIVERSAS DESPESAS NO EXERCÍCIO VIGENTE.